quarta-feira, 3 de junho de 2020

Presidente do TJPE diz ao governador que tribunal estuda retomar atividades judiciais presenciais


O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), apresentou o plano de retomada das atividades em Pernambuco aos chefes dos Poderes em Pernambuco. O encontro foi realizado pela manhã, por meio de videoconferência. Participaram do encontro o presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros, o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Fernando Cerqueira, o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, e o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), Dirceu Rodolfo.

Na ocasião, o presidente do TJPE informou ao governador que o tribunal está realizando estudos para a retomada das atividades judiciais presenciais, conforme orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O plano ainda está em fase de estudos e não há uma definição sobre quais atividades mais urgentes devem ser retomadas primeiro e os prazos para implementação da proposta. Medidas para conter a disseminação da Covid-19 como uso de medidores de temperatura e proteções devem ser utilizadas na retomada, conforme orientação do CNJ.

As reuniões do governador Paulo Câmara com os chefes dos Poderes se tornaram uma rotina adotada pelo Executivo estadual. Antes do anúncio da quarenta mais rígida, o gestor se reuniu mais de uma vez com as autoridades para apresentar os números da evolução da doença no Estado. (Do Blog da Folha)

José Múcio diz que Brasil vive crise da insensatez

Depois de um longo silêncio diante da mídia nacional, forçado por decisão própria, o presidente do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, afirmou que o Brasil da crise da pandemia vive a maior das suas crises, a da insensatez. "Estamos vivendo a crise da insensatez. Precisamos ser mais duros, duros contra o vírus da corrupção, retroalimentado com essas compras públicas da Covid-19", afirmou.

A declaração foi dada pelo ministro durante live pelo Instagram deste blog. José Múcio condenou a falta de diálogo entre os poderes da República, o que tem contribuído, segundo ele, para dividir um País acometido por uma grave crise sanitária, política e econômica. "O País está dividido em quem pode fazer quarentena ou não. Muitos que não foram e os que foram para casa começam a se indignar com a falta de ar que pode ser entendida como falta de justiça", afirmou.

Para o presidente do TCU, chegou a hora de se rediscutir o País e isso tem que ser urgente. "Vamos precisar rediscutir o País, a sociedade, minorar as diferenças. Vamos precisar sermos mais humanos, porque esse vírus veio mostrar o quanto injusto nós somos", desabafou.

Sobre a ajuda dos R$ 600 que vem sendo dada pelo Governo aos que vivem do comércio informal, Múcio disse que ninguém pode querer tirar partido político dela. "Muitos ajudaram com os R$ 600, mas precisamos ser coadjuvantes e acabar de procurar heróis. Não é quem foi o herói, mas ir atrás de quem tem as soluções. Todos têm sua parcela de culpa e alguém precisa estender a mão. Não vai ter herói nisso", advertiu.

Para ele, está na hora de parar de pensar em eleição. "Está faltando humildade, solidariedade, temos que procurar uma agenda comum que não nos distancie. Está faltando uma agenda de solidariedade. Nós temos um problema político maior do que a pandemia. Temos que gostar da canção e não do cantor", assinalou.

Quanto aos extremos que se observam no País, Múcio disse que até a imprensa tem radicalizado. "Há uma radicalização de alguns setores da imprensa que têm seus interesses. O Brasil é maior do que isso. Não é concurso de quem é mais brabo. Sou favorável que todos se entendam para enfrentarmos o problema. Tem gente passando fome. Vai ter uma quantidade enorme de desempregados. Alguém vai precisar sustentar os que estão sentindo falta de ar, os desempregados pela tecnologia", destacou.

Perguntado se o País corre algum risco de ruptura institucional, o ministro foi cauteloso. "Peço a Deus que não haja uma ruptura institucional. Nós precisamos nos entender e saber o que queremos. Qual é nosso projeto de País”.

Contundente, o ministro advertiu: "Precisamos olhar mais para o horizonte e menos para o umbigo. Vamos ter um enfrentamento brutal após essa pandemia. Ou se muda ou vão mudar. Vivemos uma “bajulocracia”, quem não bajula não tem. Poucos municípios brasileiros são autossustentáveis.

Sobre o regime presidencialista, José Múcio disse ter sido adepto dele por influência de Marco Maciel. E assim se conceituou: "Me considero um separatista constitucional. Não podemos tratar as regiões brasileiras como se fossem iguais, senão vamos viver sempre com sopapos, democracias ameaçadas. Hoje, sou parlamentarista".

Sobre eleições, se posicionou contra prorrogação de mandatos. "Acho que podemos discutir eleições depois, em novembro, dezembro. Se os prefeitos reclamam que não têm dinheiro para pagar a folha, por que querem continuar os mandatos? Se está ruim, deve assumir quem perdeu". Ainda sobre o debate esquizofrênico que o Brasil vive, afirmou que o que se vê é um campeonato de brabeza, de colisão.

Por fim, Múcio falou do seu futuro após se aposentar do TCU, mas não confirmou se projeta retornar à política com a intenção de disputar o Governo de Pernambuco. "Eu não posso ter projeto político. Se eu disser que tenho, perco minha isenção. Estou conversando sobre antecipar minha saída do Tribunal porque acho que a corte precisa ter uma renovação. Já posso me aposentar. Tenho vontade de voltar e devolver aos meus filhos o tempo que devo a eles”.

Múcio falou ainda sobre os desvios dos recursos da Covid, inclusive em Pernambuco. “Eu tenho muito medo de quem aponta sem provar. É ladrão quem se aproveita do dinheiro público, quando quem faz isso é amigo a gente diz que é sabido, mas é ladrão. Precisamos ser mais duros. O vírus da corrupção foi retroalimentado com essas compras públicas", concluiu. (Com informações do Blog do Magno)

Semana do Meio Ambiente: evento promovido pelo MPPE conta com cursos online, lives, exposição virtual e realização de pesquisa


Até a próxima sexta-feira (05/06), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) realiza a Semana do Meio Ambiente, uma ação conjunta entre a Comissão Permanente de Gestão Ambiental do MPPE e o Comitê ECOS de Pernambuco (entidade da área socioambiental da qual são membros o MPPE, a Universidade Federal Rural de Pernambuco, os Tribunais Pernambucanos - TRT6, TRE-PE, TJPE e TCE-PE, a Advocacia Geral da União em Pernambuco, a Procuradoria da República em Pernambuco e a Procuradoria Regional do Trabalho da 6ª Região).

Diversas atividades estão planejadas para todo o evento, tais como a realização de cursos online (com certificados emitidos pela UFRPE), uma exposição virtual no Instagram, lives no YouTube e Facebook e até uma pesquisa. As atividades são totalmente gratuitas e poderão ser realizadas tanto por membros das instituições que integram o Comitê ECOS de Pernambuco quanto o público em geral.

Entre as capacitações, há três cursos: um sobre “Prevenção do Covid e outros patógenos por resíduos e rejeitos domésticos”, outro sobre “Compostagem e hortas caseiras” e um sobre “Higiene e aproveitamento integral dos alimentos”. Cada um dos cursos será realizado por meio de dois vídeos, leituras complementares e uma atividade que deverá ser fotografada para que seja exposta no Instagram, como demonstração de boas práticas sustentáveis. As inscrições estarão abertas ao público até o dia 5 de junho. Para se inscrever, é necessário preencher o seguinte formulário: tinyurl.com/SemanaEcos. Fotos relacionadas aos temas dos cursos serão postadas no Instagram do Ecos de Pernambuco. Você pode acompanhar a exposição virtual pelo perfil: instagram.com/ecosdepernambuco.

No dia 4 de junho, às 16h, todos os interessados poderão acompanhar a live “Resíduos Sólidos e Pandemia: Desafios e Possibilidades”, que será transmitida no YouTube do ECOS de Pernambuco e no Facebook da UFRPE. O debate contará com representantes da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), do Grupo Gestão Ambiental em Pernambuco (Gampe) da UFRPE e do movimento de apoio aos catadores de recicláveis PIMP MY CARROÇA. Sinara Batista, da Comissão Socioambiental do TRE-PE, será a mediadora da conversa.

Ao longo da semana, há ainda a possibilidade de participação numa pesquisa que está sendo realizada pelo Comitê ECOS. Os interessados em colaborar ajudarão os pesquisadores a traçar um entendimento acerca do manejo de resíduos domésticos e sua relação com os riscos de contágio do SARS-CoV-2 (agente causador da Covid-19). Participe pelo link: tinyurl.com/SemanaEcosPesquisa.

Para o Presidente da Comissão Permanente de Gestão Ambiental e Coordenador do CAOP (Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça) Meio Ambiente, André Felipe Barbosa de Menezes, a Semana do Meio Ambiente é uma oportunidade que a tecnologia proporciona para superar as limitações do afastamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus e, ao mesmo tempo, promover a aproximação virtual para celebrar o Mês do Meio Ambiente. “A parceria com o ECOS de Pernambuco traz programação diversificada e será uma forma de manter acesa a chama da defesa do meio ambiente no âmbito das Instituições e da própria Sociedade, sobretudo em tempos de tantas agressões à Natureza e aos órgãos ambientais”, avalia o promotor de Justiça.

Senado aprova projeto de doação de refeição não vendida


O Senado aprovou na noite da terça-feira (2) o projeto de lei (PL) que regulamenta a doação de alimentos excedentes por parte de supermercados, restaurantes e outros estabelecimentos. O texto, de autoria do senador Fernando Collor (Pros-AL), já havia passado pelo Senado, sofreu alterações na Câmara e voltou para nova apreciação. Agora, o projeto segue para sanção presidencial.

Empresas, hospitais, supermercados, cooperativas, restaurantes, lanchonetes e demais estabelecimentos que forneçam alimentos preparados prontos para o consumo poderão doar os alimentos não comercializados se estiverem dentro do prazo de validade e em condições de conservação especificadas pelo fabricante, quando aplicável.

A doação pode ser de alimentos in natura, produtos industrializados e refeições prontas para o consumo. Pelo texto, essa doação poderá ser feita diretamente, em colaboração com o poder público, ou por meio de bancos de alimentos e outras entidades beneficentes de assistência social certificadas na forma da lei. Também poderá ser realizada por entidades religiosas.

O relator do PL, Jayme Campos (DEM-MT), retirou do projeto um dispositivo inserido na Câmara que incluía a doação de alimentos para cães e gatos em situação de abandono. O relator justificou sua decisão afirmando que a lei deveria abranger outros animais domésticos, mas por não ser possível tal adaptação a essa altura da tramitação, excluiu todo o artigo.

O relator também retirou do texto final a criação do Certificado de Boas Práticas (CBP), a ser concedido às empresas doadoras de alimentos; outro dispositivo incluído pelos deputados. Outro trecho incluído pela Câmara versava que governo federal deveria comprar alimentos prioritariamente de produtores familiares e pescadores artesanais durante a vigência da pandemia de covid-19. Inicialmente, o relator considerou o trecho sem pertinência com o projeto. Mas após acordo com o PT e a Rede, ele reinseriu os agricultores familiares no texto.

Polícia Federal realiza sexta apreensão de drogas no aeroporto do Guararapes


A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante, ontem, dia 02/06/2020, por volta das 17h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, uma garota de programa de 21 anos, solteira, natural Santana/AP e residente em Ponta Porã/MS –(não possui antecedentes criminais) e um trabalhador autônomo de 34 anos, solteiro, natural de Recife/PE e residente em Olinda/PE (possui antecedentes criminais, já foi preso por receptação em 2013 e 2017).

As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes bem como outros tipos de ilicitudes de competência federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais através de um procedimento padrão, perceberam que a passageira demonstrava bastante nervosismo, inquietação e impaciência sendo separada para uma entrevista prévia. Os federais começaram a lhe questionar sobre o que havia no interior da mala, tendo ela respondido com bastante insegurança aos questionamentos e entrando em contradição. A ação foi concluída quando os federais ao abrir a mala em sua presença encontraram 16 (dezesseis) tabletes embalados em fita adesiva, totalizando um peso bruto de 8,5Kg (oito quilos e quinhentos gramas) de maconha. Além da droga também foram apreendidos, passagens aéreas, dois aparelhos celulares, R$ 2.900 (dois mil e novecentos reais), além de um veículo Honda Civic.

Na continuidade das investigações foi identificado e preso um autônomo que iria receber a droga, quando chegou num veículo honda civic para se encontrar com a suspeita que ficaria hospedada num Hotel no bairro do Setúbal-Recife/PE. Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33 e 40 da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão. Após a autuação, os presos serão encaminhados para realizar exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e em seguida passarão por audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça Estadual/PE.

Em seu interrogatório a suspeita disse que conheceu uma outra garota de programa em Ponta Porã/MS que lhe propôs transportar a droga de Campo Grande/MS para Recife/PE, sendo lhe oferecido a quantia de R$ 1.000 (mil) reais pelo serviço. Já o suspeito usou do seu direito constitucional de só falar na presença do juiz.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÕES NO AEROPORTO DOS GUARARAPES: Essa é a sexta apreensão de drogas feita pela Polícia Federal, no Aeroporto dos Guararapes. Até agora 7 pessoas foram presas sendo 5 mulheres e 2 homens e aprendidos 27Kg de cocaína e 21kg de maconha. No ano passado 10 pessoas foram presas no Aeroporto dos Guararapes – sendo 3 homens e 7 mulheres e apreendidos 60,2Kg de cocaína e 30Kg de skunk.

Regionalização do Plano de Convivência com a Covid-19 será formatada com cada região


Em mais uma reunião por videoconferência, o governador Paulo Câmara apresentou, com a participação da Associação Municipalista de Pernambuco – Amupe, os detalhes do “Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19” para prefeitos do interior. O chefe do Executivo Estadual destacou a ampliação da infraestrutura em saúde no interior e a inclusão no plano de questões sociais e econômicas de todas as macrorregiões de Pernambuco.

A partir da próxima semana, o Governo do Estado, em parceria com a Amupe, irá realizar reuniões setoriais e regionalizadas com os prefeitos, no âmbito do plano. “Fizemos uma reunião com os prefeitos e prefeitas do Estado de Pernambuco, sob a coordenação da Amupe, e apresentamos o Plano de Convivência com a Covid-19, com o olhar da economia, as datas previstas para início da retomada de alguns serviços e como vai ser tocado esse plano. Agora, diante de alguns cenários de estabilização, nós já estamos discutindo como será o futuro, e a participação dos prefeitos é fundamental”, disse o governador.

Paulo Câmara fez questão de enfatizar a importância de envolver os prefeitos nessa questão do Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19, que determina a retomada gradual e planejada das atividades econômicas em todo o Estado. Pelo cronograma, 32 setores da economia terão as medidas restritivas flexibilizadas.

Serão considerados, prioritariamente, a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade representa para a saúde. Os próximos 15 dias serão determinantes para testar a segurança da flexibilização e os impactos na saúde da população. A partir do dia 08 de junho, a construção civil começará o retorno gradual na Região Metropolitana do Recife e no interior. Na RMR, as obras serão liberadas com 50% dos funcionários e no horário das 9h às 18h. Já no interior, a liberação também é de 50%, sem limitação de horário.

No dia 15 de junho, os serviços de atendimento ao público entrarão no circuito de flexibilização. Salões de beleza e serviços de estéticas estarão liberados, podendo atender um cliente por vez, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro. Varejos de bairro também poderão funcionar, em lojas de até 200 metros quadrados. Shoppings centers, centros comerciais e praça de alimentação poderão adicionar o atendimento via coleta na operação.

REGIONALIZAÇÃO – Os esforços do Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde, garantiram a abertura de 1.108 leitos (535 de terapia intensiva) na Região Metropolitana do Recife e 421 vagas dedicadas exclusivamente a pacientes com a Covid-19 em cidades polo do interior, sendo 139 de UTIs e 282 de enfermaria, englobando todas as macrorregiões de Saúde do Estado.  Na RMR, os leitos estão distribuídos pela capital, Olinda, Paulista, Jaboatão, Cabo de Santo Agostinho e Moreno.

Na II macrorregional, que engloba municípios do Agreste pernambucano, há 142 leitos, sendo 68 de UTI e 74 de enfermaria nos hospitais Mestre Vitalino e Regional do Agreste (Caruaru), Dom Moura e UPAE, em Garanhuns. Na III macrorregião, há 33 leitos, sendo oito UTIs, nos hospitais Rui de Barros Correia (Arcoverde) e Emília Câmara e no Hospam (Serra Talhada). Na IV macrorregional, os leitos estão distribuídos pelos hospitais Inácio de Sá (Salgueiro), Santa Maria (Araripina); Neurocardio, Dom Malan e UPAE de Petrolina; além do Hospital Regional de Ouricuri, totalizando 114 leitos (20 de UTI). Além disso, ainda há vagas nas cidades de Palmares (50, sendo 20 de UTI), Limoeiro (30, sendo 20 de UTI), Vitória de Santo Antão (10) e Goiana (68, sendo seis UTIs).

Nessa rede de Saúde, destaque para os hospitais Agamenon Magalhães e de Referência Covid-19 – Unidade Boa Viagem (antigo Alfa), que possuem o maior número de vagas de UTI, com 60 leitos cada um. O Agamenon Magalhães conta com 30 vagas para admissão e estabilização de pacientes e o Hospital de Referência Covid-19 Boa Viagem, outros 120 leitos de enfermaria, totalizando 180. O Hospital Universitário Oswaldo Cruz implantou 176 leitos dedicados à doença, sendo 45 UTIs. O Hospital Dom Hélder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, tem 40 vagas de Terapia Intensiva. Já no interior, o Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, conta com 65 leitos para o tratamento da doença, sendo 40 UTIs.

PODERES – No início da manhã desta terça, o governador também comandou uma reunião por videoconferência com representantes dos Poderes Constituídos do Estado. Participaram do encontro o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros; o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Fernando Cerqueira; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Dirceu Rodolfo; e o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco, Francisco Dirceu Barros.

CURTINHAS

Intervenção – O procurador geral da República, Augusto Aras, não gostou da interpretação sobre uma fala sua em entrevista com Pedro Bial. “A Constituição não admite intervenção militar. Ademais, as instituições funcionam normalmente. As Forças Armadas existem para a defesa da pátria, para a garantia dos Poderes constitucionais e para preservar o regime da democracia participativa brasileira”, esclareceu em nota oficial.

Incra – O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) emplacou mais um cargo importante no governo federal. O publicitário Thiago Angelus, que já tinha atuado na AD Diper, foi nomeado na superintendência regional do Incra, no lugar no ex-deputado Kaio Maniçoba.

Ipojuca – O deputado federal Eduardo da Fonte, presidente estadual do PP, está animado com a postulação do presidente da Câmara, Albérico da Cobal, a prefeito de Ipojuca. Dos doze vereadores, Albérico conta com o apoio de cinco e vem crescendo nesta fase pré-eleitoral.

Inocente quer saber – André de Paula poderia ser uma opção que ganharia apelo na oposição para disputar a PCR?

Por Edmar Lyra

"Romerinho tem sido uma pessoa muito disciplinada e trabalhador", afirma Edilson Tavares

O prefeito de Toritama, Edilson Tavares (MDB), como tantos outros prefeitos, está com suas atenções voltadas para o enfrentamento do COVID-19 em seu município. A crise tem exigido tempo e a determinação dos prefeitos que buscam evitar o colapso na saúde pública de seus respectivos municípios. 

Entretanto, apesar da pandemia, a Justiça Eleitoral tem mantido a programação que prevê as eleições municipais para outubro e Edilson Tavares segue despontando com favoritismo e aprovação na Capital do Jeans, caminhando com força para a conquista da sua reeleição. 

Durante entrevista ao Blog do Alberes Xavier, Edilson foi questionado sobre a postura e críticas de adversários políticos. "Tenho inimigos muito poderosos a combater e não vou perder meu tempo com essa briga política não, meus inimigos hoje é o desemprego, a fome, o COVID-19, é toda essa batalha que estamos fazendo”, afirmou o mesmo. 

Apesar de rechaçar as brigas políticas, o mesmo destacou que não teme a oposição e celebrou os números favoráveis de pesquisas internas. "A gente não para de fazer pesquisas. Os números são extraordinários, os números são tão bons, que nossos opositores fazem e não acreditam”, disse ao blog.

Vice - Na oportunidade, o mesmo confirmou que pretende manter como seu companheiro de chapa o vice-prefeito Romero Leal Filho (PSDB). "Esse é nosso plano desde o início, tenho conversado com toda a nossa base, falado com todos os nossos amigos, e eu digo que a gente não tem a menor razão de mudar. Romerinho tem sido um parceiro nosso”, destacou. 

Edilson ratificou a postura de Romerinho e agradeceu pela lealdade e pelo trabalho que o mesmo tem realizado durante esse primeiro mandato. "Imagino que cada um no seu quadrado. Romerinho tem sido uma pessoa muito disciplinada, trabalhador, está lá presente conosco direto”, afirmou. 

Trabalho - Mesmo diante da crise desencadeada pela pandemia, o prefeito tem mantido a folha de pagamento em dia e obras de infraestrutura tem seguido normalmente. "A gente está sempre bem animado. Tenho tido um trabalho diuturno, entendo que a população merece isso, nessa época de pandemia principalmente”, disse. 

FBC - Ainda durante sua entrevista, Edilson destacou o trabalho e o apoio que tem recebido do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). "Sempre vi ele uma pessoa extremamente competente nesta parte política. Inteligentíssimo e para a política mais ainda, fazendo um excelente trabalho em uma área extremamente complicada”, afirmou.

Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Cambucá FM (104.9), Rádio Vale FM (91.7), Redentor FM (104,9), Orobó FM (105.9), Potyra FM (87,9), Vertentes FM (104.9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net ou através do https://www.facebook.com/blogdoalberesxavier/

JOSELITO PEDRO SERÁ O VICE-PREFEITO NA CHAPA DE DIDA DE NAN EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

O atual secretário de Educação de Santa Cruz do Capibaribe, Joselito Pedro, parece mesmo que vai disputar as eleições municipais deste ano fazendo parte da chapa majoritária do grupo Boca preta, encabeçada por Dida de Nan (PSDB).

De acordo com informações de bastidores, o secretário já conversou com o prefeito Edson Vieira e vai deixar a secretaria até a próxima quinta-feira dia 04 de junho, que é o prazo definido pela Lei Eleitoral para deixar os cargos na administração pública.

Vale ressaltar que o secretário foi pré-candidato a prefeito até o dia 29 de dezembro de 2019, quando Edson Vieira em almoço promovido em sua residência anunciou que Dida de Nan era o escolhido do grupo para encabeçar a chapa.

Durante muito tempo houveram especulações de que Joselito teria desistido da disputa por motivação familiar, informação que não foi confirmada por ele em nenhum momento, mas parece que agora um novo pedido de Edson Vieira não será negado.

Em fala ao programa Independente na noite desta segunda-feira, o secretário confirmou que vai deixar o cargo, mas não anunciou já ser pré-candidato na chapa de Dida. “Estou com uns projetos e em breve vou anunciá-los para toda cidade. Estou conversando com o prefeito, meus familiares e amigos, e vamos está anunciando o mais rápido possível”, encerrou o secretário.

Feitosa denuncia que gráficos do Covid apresentados pelo goverbador não batem com os números do Ministério da Saúde


O deputado estadual Alberto Feitosa usou as redes sociais para questionar os gráficos que foram apresentados pelo Governador Paulo Câmara no seu instagram para justificar a estabilidade dos casos de Covid-19 no estado. Os números apresentam diferença dos dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde e estão sendo usados como justificativa para a o plano de convivência e volta das atividades apresentados ontem pelo Governo de Pernambuco. 

"Se olharmos os gráficos apresentados pelo governador e o baseado nos números repassados pelo Ministério da Saúde, que também estão no site da Seplag, podemos perceber a diferença na quantidade de casos e óbitos por semana. Um exemplo são os óbitos na 22° semana, o instagram do govenador traz pouco mais de 200, mas os números do Ministério apresentam 596 vítimas por Covid-19 no mesmo período. O que está acontecendo? Os números estão sendo maquiados para iludir o povo e, por pressão, justificar uma estabilidade e volta gradual das atividades? Queremos respostas!", disse.