terça-feira, 16 de outubro de 2018

Ministério firma acordo para integrar sistemas de monitoramento ao Rastro


O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou um protocolo de intenções para a estruturação de uma entidade gestora e de um modelo de governança para o programa Rastro. O documento foi firmado entre o MCTIC, a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) e a FITec, que ficará responsável pelo projeto.

O estudo vai criar um método de organização para promover o intercâmbio de informações entre os sistemas nacionais a serem integrados ao Rastro. O documento deverá ser finalizado em até 90 dias.

“Trata-se uma iniciativa alinhada a outras ações do ministério com foco em desenvolvimento tecnológico, e traz o importante significado de agilização de políticas públicas e aplicação em logística, transporte e saúde, entre outros setores”, disse o ministro Kassab.

O programa Rastro foi criado para articular e integrar todas as políticas de rastreamento do Brasil, por meio de um sistema de gestão integrada de identificação, planejamento e controle. As aplicações abrangem áreas como transporte, logística, saúde e segurança.

Entre os benefícios previstos estão a redução de custos com atividades de logística; o aperfeiçoamento do controle do trânsito e de mercadorias nas fronteiras e rodovias brasileiras; a integração dos sistemas de segurança pública e o incremento da arrecadação tributária.

Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos no 2º turno; Haddad tem 41%


A menos de duas semanas do segundo turno da eleição presidencial, Jair Bolsonaro (PSL) tem 59% dos votos válidos, contra 41% para Fernando Haddad (PT), aponta pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (15). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Esta é a primeira pesquisa conduzida pelo Ibope no segundo turno. Na semana passada, o Datafolha mostrou Bolsonaro com 58% e Haddad com 42%.

Os votos válidos são aqueles usados pela Justiça Eleitoral para determinar o resultado da eleição. São os votos dados diretamente em um dos candidatos, descontados os brancos e nulos.

No primeiro turno, Bolsonaro teve 46,03% dos votos válidos (quase 50 milhões de votos). Haddad ficou com 29,28% (cerca de 30 milhões de votos).

Na intenção de voto total, o Ibope diz que Bolsonaro tem 52% e Haddad, 37%. Brancos e nulos somam 9%. Os entrevistados que não souberam ou não responderam são 2%.

A pesquisa Ibope foi feita entre os dias 13 e 14 de outubro com 2.506 entrevistados em todo o Brasil. O levantamento foi contratado pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e a TV Globo, e registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01112/2018.

O intervalo de confiança da pesquisa é de 95%. Segundo o Ibope, isso significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. (Fonte: Uol)

CURTINHAS

Ricardo Costa – Um dos melhores deputados da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Ricardo Costa não foi reeleito no último dia 7. Porém a não reeleição não o retira da política. Muitos que reconhecem a sua capacidade advogam da tese de que ele poderá ser aproveitado na equipe do governador Paulo Câmara, de quem é um aliado fiel e trabalhador.

Vitoriosa – Em Arcoverde a prefeita Madalena Brito teve muito o que comemorar com a abertura das urnas no dia 7. Além da reeleição de Paulo Câmara, e a vitória completa da Frente Popular, Madalena ajudou a reeleger Waldemar Borges com boa votação, e viu seus dois principais adversários saírem derrotados, Zeca Cavalcanti não foi reeleito deputado federal e Eduino não renovou seu mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Prefeito Responde – O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, inicia na próxima sexta-feira o programa Prefeito Responde, onde haverá a prestação de contas da sua gestão. O projeto visa melhorar a interlocução com a sociedade e fazer com que as ações da prefeitura estejam cada vez mais sintonizadas com a população do Cabo de Santo Agostinho. Perguntas e sugestões podem ser enviadas para prefeitoresponde@cabo.pe.gov.br

Vantagem – Pesquisas divulgadas ontem, Ibope, Real Time Big Data e FSB/BTG Pactual, foram unânimes na vantagem de dezoito pontos de Jair Bolsonaro sobre Fernando Haddad. Todas colocaram o candidato do PSL com 59% dos votos válidos contra 41% de Fernando Haddad. Se confirmada nas urnas, esta será a maior vantagem desde 2006 quando Lula foi reeleito com 60% dos votos válidos.

Cid Gomes – Em evento em Fortaleza, o senador eleito e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, foi taxativo ao dizer que o PT perderá as eleições no próximo dia 28 porque não soube reconhecer seus erros. A declaração do senador viralizou nas redes sociais e mostrou que os próprios aliados de Fernando Haddad já sentem que está quase impossível reverter a vantagem de Jair Bolsonaro.

RÁPIDAS

Sem ministros – Na hipótese de ser eleito no próximo dia 28, Jair Bolsonaro já emite sinais de que não aproveitará ex-ministros de Michel Temer para o seu governo. Ele sabe que se aproveitar qualquer peça do atual governo estará contaminando sua gestão com a impopularidade de Temer e estará prejudicando o seu início de governo.

Segurança – A bancada da segurança pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco que já tinha Antonio Moraes, Eriberto Medeiros, Joel da Harpa e Alberto Feitosa, ganhou o reforço de Gleide Angelo, Erick Lessa e Fabrizio Ferraz, eleitos no dia 7. O tema deverá ganhar mais notoriedade nas discussões da Casa a partir de 2019.

Inocente quer saber – Caso se confirme a vitória de Jair Bolsonaro, qual será a postura de Paulo Câmara em relação ao governo federal?

Por Edmar Lyra

Pernambuco completa 10 meses de redução de homicídios

Em setembro de 2018, Pernambuco registrou um total de 320 ocorrências de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), o que representa uma redução de 22% em relação a setembro de 2017, quando foram registrados 411 desses crimes. Com isso, o Estado já conta com dez meses consecutivos de redução de homicídios quando se compara com o mesmo período do ano anterior. No consolidado dos nove meses, a redução também chega aos 22%. No total, foram 3.232 homicídios registrados pelas polícias entre os meses de janeiro e setembro de 2018, enquanto no mesmo período do ano passado, haviam sido contabilizadas 4.143 ocorrências.

Observada em todas as regiões do Estado, a redução atingiu a marca de 39% no Agreste, que contabilizou um total de 53 homicídios, neste ano, contra 87 em setembro do ano passado. Logo em seguida, vem a Região Metropolitana do Recife (exceto a Capital) com uma redução de 21,5%. Nesses 14 municípios aconteceram 91 casos no mês passado, contra 116 em 2017. Na Zona da Mata e no Sertão, a redução chegou a 6% e 5,5%, respectivamente. Na Mata, foram 78 CVLIs em setembro (contra 83 no ano passado), enquanto os municípios sertanejos somaram 51 ocorrências (contra 54 em setembro passado).

Nas duas regiões com maior redução de CVLI, os destaques ficaram por conta da Área Integrada de Segurança 6 (AIS 6), que engloba Jaboatão e Moreno e registraram 19 ocorrências, menor número dos últimos 61 meses, que perdeu apenas para agosto de 2013. No Agreste, a AIS 15, que engloba nove municípios e tem sede em Belo Jardim, registou seis homicídios, menor resultado dos últimos 39 meses, perdendo apenas para junho de 2015.

Quando se levam em consideração os dados de janeiro a setembro de 2018, o Agreste também mantém a liderança na redução dos homicídios. Ao todo, a queda é de 30,23%, já que houve 637 homicídios este ano, contra 913 no mesmo período do ano passado. As demais regiões também contribuíram para o cenário de queda. Na Região Metropolitana (salvo a capital), o decréscimo foi de 18,72%, saindo de 977 CVLIs para 1.202. Os homicídios também caíram 18% na Zona da Mata (919 para 747), enquanto no Sertão a queda foi de 15%, passando de 506 para 430.

“Ao chegarmos ao 10º mês de queda nos homicídios e ao 13º de redução nos roubos, verificamos a consistência das ações de segurança implantadas em Pernambuco. Ao todo, 91 municípios não registraram homicídios em setembro de 2018, sendo que 12 deles não tiveram nenhum assassinato este ano. Temos novas ações para colocar em prática, ajustes operacionais a serem feitos, equipamentos e unidades para entregar, o que nos dá a confiança de seguir fazendo a criminalidade recuar e perder espaço em todas as regiões do Estado. Vamos trabalhar, a cada dia, para intensificar a prevenção da violência e proteção dos pernambucanos”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

Um Exército evangélico ao lado de Bolsonaro


O novo líder da Sara Nossa Terra e presidente da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil, o bispo Robson Rodovalho promete mobilizar 5.000 pessoas para pedir votos para Bolsonaro no próximo fim de semana.

Os atos terão como foco cidades em que o PT leva vantagem, especialmente no Nordeste. Os fieis serão orientados a ir às ruas para defender valores da família tradicional e a candidatura do capitão reformado.

Advogados que apoiam Bolsonaro lançaram manifesto em sua defesa, para se contrapor ao divulgado antes por colegas que preferem Fernando Haddad (PT), movimento que ficou conhecido como #EleNão Jurídico.

O documento rejeita “qualquer solução fora da Constituição de 1988, fora dos princípios básicos que regem o Estado Constitucional”.(Painel  - Folha de S.Paulo)

Mais de 30 mil pessoas prestigiaram a festa da vitória de Diogo Moraes neste domingo


Neste domingo (14), o deputado estadual e primeiro secretário da Alepe, Diogo Moraes (PSB), realizou uma grande festa para comemorar a sua reeleição. O evento aconteceu em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, e contou com a presença do cantor Bell Marques, que animou os presentes por quase três horas de show. O deputado federal eleito João Campos, prefeitos, vereadores e lideranças políticas de Pernambuco, foram prestigiar e comemorar a reeleição de Diogo Moraes.

Durante sua apresentação, Bell Marques cantou os seus maiores sucessos e foi acompanhado por mais de 30 mil pessoas, que vieram de todas as regiões do Estado para comemorar a vitória do parlamentar. Além de Bell, os cantores Júnior Lima e Mc Sheldon também se apresentaram na festa. 

Muito feliz e emocionado, Diogo Moraes agradeceu a presença de todos e reafirmou seu compromisso com o povo e com a região. “Estou feliz demais em ver toda essa multidão comemorando comigo mais uma reeleição. É muito emocionante estar na minha cidade e ao lado de grandes amigos comemorando essa vitória com o show do meu amigo Bell Marques. Eu gostaria de agradecer aos mais de 50 mil votos que tive nessa eleição e reafirmar meu compromisso com o povo. Vou continuar o meu trabalho e buscar, cada vez mais, o desenvolvimento da nossa região. Muito obrigado, Pernambuco, muito obrigado, Santa Cruz. Nossa festa está linda!”, frisou o parlamentar.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Se Ligue!


O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Vale do Capibaribe FM (91,7), Rádio Cambucá FM (104.9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net

TSE lançou página para combater fak news

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou desde a última quinta-feira (11) uma página na internet para ajudar a esclarecer o eleitorado brasileiro acerca das informações falsas e falaciosas que vêm sendo disseminadas pelas redes sociais. No entendimento da Justiça Eleitoral, a divulgação de informações corretas, apuradas com rigor e seriedade, é a melhor maneira de enfrentar e combater a desinformação.

Pelo link Esclarecimentos sobre informações falsas, qualquer pessoa poderá ter acesso a informações que desconstroem boatos ou veiculações que buscam confundir os eleitores brasileiros. Diante das inúmeras afirmações que tentam macular a higidez do processo eleitoral nacional, nessa página o TSE apresenta links para esclarecimentos oriundos de agências de checagem de conteúdo, alertando para os riscos da desinformação e clamando pelo compartilhamento consciente e responsável de mensagens nas redes sociais.

Vale referir que o Tribunal Superior Eleitoral tem encaminhado todos os relatos de irregularidades que chegam ao seu conhecimento para verificação por parte dos órgãos de investigação, especialmente Ministério Público Eleitoral e Polícia Federal. A finalidade é garantir a verificação de eventuais ilícitos e a responsabilização de quem difunde conteúdo inverídico.

Até o presente momento, nenhuma ocorrência de violação à segurança do processo de votação ou de apuração realizado durante as eleições 2018 foi confirmada ou comprovada.

A Justiça Eleitoral desempenha relevante papel na consolidação da Democracia em nosso país e trabalha incansavelmente para oferecer à sociedade um processo de votação seguro, transparente e ágil, garantindo efetividade à manifestação popular exercida por meio do voto.

A participação da sociedade é fundamental neste processo de conscientização! O Tribunal Superior Eleitoral agradece e valoriza a colaboração de todos!

CURTINHAS

Aglailson Victor – Deputado estadual eleito no último dia 7, Aglailson Victor obteve uma expressiva votação, legitimando-o a exercer funções importantes na Casa Joaquim Nabuco. Integrante da maior bancada na Casa, Victor possui estreita relação com o Palácio do Campo das Princesas devido a sua aliança histórica com o PSB, e por isso tem sido lembrado pelos seus pares para exercer um papel destacado na próxima legislatura.

Gleide Angelo – Eleita com votação recorde para a Assembleia Legislativa de Pernambuco, a deputada Gleide Angelo, se não for convocada para o secretariado de Paulo Câmara, deverá assumir a presidência da comissão Defesa pelos Direitos da Mulher, atualmente ocupada por Simone Santana.

Grande estilo – Substituto e herdeiro político do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchoa, falecido em julho, o deputado eleito Guilherme Uchoa Junior chegou à Casa Joaquim Nabuco em grande estilo, sendo o mais votado do PSC e o terceiro mais votado de Pernambuco com 71.898 votos.

Junior de Cleto – Com 10.298 votos, dos quais 8.257 no Recife, o candidato a deputado estadual Junior de Cleto saiu credenciado da disputa para eleger-se vereador na eleição de 2020. Ele ficou na primeira suplência do Patriota em 2016 e agora está consolidado para chegar a um mandato na Casa José Mariano.

Sucesso – Reeleito para o terceiro mandato com 50.188 votos, o deputado Diogo Moraes realizou ontem uma grande festa em Santa Cruz do Capibaribe para comemorar o feito. Ele convidou o cantor Bell Marques, ícone da música baiana, e reuniu milhares de pessoas pelas ruas da cidade neste domingo.

RÁPIDAS

Queda – Candidatos a prefeito do Recife em 2016, Daniel Coelho e Priscila Krause tiveram significativa perda de votos na capital pernambucana em relação a 2014. Daniel caiu de 62.576 para 39.972 votos, enquanto Priscila caiu de 33.051 para 26.486 votos. A exposição da eleição municipal terminou sendo negativa para ambos e os números de 2018 comprometem uma nova tentativa majoritária em 2020.

Senado – Eleito para o segundo mandato como senador, Jarbas Vasconcelos, de volta à Câmara Alta a partir de 2019, poderia ser um excelente nome para ocupar a presidência do Senado. Com o eleitor cada vez mais atento e pela mudança da composição da Casa, não cabe a volta de Renan Calheiros ao cargo, é preciso alguém que tenha lastro moral para o posto e somente Jarbas tem isso.

Inocente quer saber – Jair Bolsonaro terá quantos votos em Pernambuco neste segundo turno?

Por Edmar Lyra

Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%, mostra pesquisa


Da BTG

Neste domingo (14) foi divulgada a pesquisa de intenção de voto para o segundo turno do instituto FSB, encomendada pelo banco BTG Pactual.

A pesquisa estimulada mostra Jair Bolsonaro (PSL) com 59% dos votos válidos, tendo 18 pontos percentuais de vantagem sobre Fernando Haddad (PT), que aparece com 41%.

Entre os eleitores do candidato do PSL, 94% disseram que não há possibilidade de mudarem seu voto. Enquanto 89% dos eleitores de Haddad já têm seu voto como definitivo.

Em votos totais, Bolsonaro aparece com 51% contra 35% de Haddad, havendo 5% de votos brancos ou nulos, 6% que dizem não apoiar ninguém e 3% que não responderam.

38% dos eleitores disseram que não votariam de jeito nenhum em Jair Bolsonaro, enquanto 53% disseram o mesmo sobre Haddad.

O levantamento também aponta que os dois candidatos ainda são desconhecidos entre a população. 7% dos entrevistados disseram não conhecer o candidato do PT enquanto 8% disseram não conhecer o candidato do PSL.

A pesquisa mostra também as “razões de voto do eleitor no 2º turno”, que mostram que apenas 10% dos eleitores de Jair Bolsonaro votarão para impedir o vitória de Haddad enquanto 84% querem Bolsonaro porque acham que o candidato é a melhor opção, enquanto 6% optaram por não responder.

O instituto entrevistou, por meio de telefones fixos e móveis, 2.000 eleitores com idade a partir de 16 anos, nos 26 estados e no Distrito Federal entre os dias 13 e 14 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-07950/2018.

GCM DO BREJO DO BREJO DA MADRE DE DEUS DISTRIBUI BRINQUEDOS PARA CRIANÇAS CARENTES


Durante a manhã da última sexta-feira (12), a GCM – Guarda Civil Municipal – do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco, realizou ação social em comemoração ao Dia das Crianças, distribuindo presentes para crianças carentes de São Domingos e da Zona Rural do município.

Segundo o secretário Executivo de Defesa Social, Walter Procópio, a ação contou com o apoio de diversos comerciantes e o empenho dos integrantes da GCM.

“Agradeço a todos os componentes da Guarda Civil Municipal pelo empenho e a todos os comerciantes que contribuíram, como Apolônio, Irmã Cida, Chiquinho da Cerâmica Vasconcelos e o Supermercado Varejão São Domingos. Foi emocionante ver o sorriso no rosto de casa crianças contemplada”, pontuou o secretário.

Redutos petistas migram para Bolsonaro

Após escolherem o PT no 1º turno em três eleições, 412 cidades migram para Bolsonaro. Levantamento da Folha mostra que redutos petistas no Rio, em Minas e no Norte foram arrebatados pelo PSL.

Folha de S. Paulo – Por Carolina Linhares , Lucas Vettorazzo e Leonardo Diegues

Jair Bolsonaro (PSL) impôs a Fernando Haddad (PT) uma derrota no primeiro turno em 412 cidades consideradas redutos petistas pelo país, segundo levantamento da Folha. Nesses locais, o capitão reformado reverteu a tradição de vitória do PT, vista nas três últimas eleições presidenciais. 

Em todas as cidades analisadas, Bolsonaro obteve ao menos 34% dos votos válidos. A força eleitoral do candidato do PSL e o avanço do antipetismo o fizeram alcançar mais de 50% dos votos válidos em 138 desses municípios. 

Houve locais em que Bolsonaro venceu por muito pouco. A menor diferença foi vista em Romelândia (SC), onde o PSL teve 40,98% dos votos contra 40,95% do PT. Na outra ponta, em Saquarema (RJ), a virada de perfil foi mais radical: 68,46% para Bolsonaro e 11,7% para Haddad. 

No Rio, 45 municípios antes petistas deram vitória a Bolsonaro. Boa parte está na Baixada Fluminense, a região mais violenta do estado, e nas regiões metropolitana e norte fluminense, onde estão cidades petroleiras que prosperaram nos tempos de bonança do setor.

São regiões que, se por um lado se beneficiaram com os investimentos de governos petistas, foram também das que mais sentiram os efeitos da sua derrocada. 

Na Baixada, o legado petista da criação de institutos federais em Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Belford Roxo e Magé não foi suficiente para impedir a "onda Bolsonaro". Haddad chegou a dizer, em campanha na região, que Bolsonaro não havia feito, durante sua vida parlamentar, nem 10% do que ele fizera pelo Rio como ministro da Educação de Lula (PT). 

Em Nova Iguaçu, município que já foi administrado por Lindbergh Farias (PT) por dois mandatos, Bolsonaro recebeu 65% dos votos válidos. 

Segundo o sociólogo, professor Universidade Federal Rural do Rio e estudioso da Baixada, José Cláudio Souza Alves, de fato os governos petistas levaram à região investimentos inéditos em educação e programas sociais.

Essas intervenções, contudo, não teriam sido, na avaliação do professor, profundas a ponto de mudar a realidade histórica da política local, marcada pelo clientelismo e fisiologismo e dominada por grupos de extermínio e milicianos que utilizam sua força para eleger vereadores locais. As igrejas evangélicas completam o grupo que dá as cartas na política da região. 

"Digamos que a Baixada não foi como no Nordeste, em que o PT se estabeleceu desbancando vários líderes históricos locais, como na Bahia, e ali criou uma base fiel de eleitores", disse.

Nesta eleição, os grupos tradicionais da política local, aliados do PT e do governo do MDB do Rio na última década, migraram para Bolsonaro, cujo discurso antipetista lhes caiu como uma luva. 

Primeiro porque, ao responsabilizar unicamente o PT pelo fracasso do país, retira os políticos tradicionais locais do rol de responsáveis pelas más condições das cidades e segundo porque as ideias de Bolsonaro convergem com seus interesses. 

As duas principais correntes evangélicas da Baixada, Assembleia de Deus, cujo braço político é o PSC, e a Igreja Universal, que detém a TV Record, declararam apoio a Bolsonaro e ajudaram a turbinar sua votação em cidades como Duque de Caxias que chegam a ter 40% de sua população formada por cristãos.

Já os grupos milicianos e de extermínio, formados basicamente por policiais e ex-policiais, se aproximam das propostas de Bolsonaro na segurança. "Se a lei que exclui o policial de responder a crime por atos durante o serviço existisse antes, os grupos de extermínio não precisariam usar máscaras para cobrir o rosto em suas ações", diz Alves.

No estado, Bolsonaro tenta emplacar o ex-juiz federal Wilson Witzel (PSC) no governo. O político que ultrapassou os votos de Eduardo Paes no primeiro turno, foi muito bem votado entre os policiais, por exemplo.

Todo esse cenário se somou ao fato de que a população da Baixada já guardava certa mágoa com o PT por conta de promessas eleitorais não cumpridas durante a parceria de mais de uma década com os governos do MDB no Rio. 

O Arco Metropolitano, via expressa que liga os principais municípios da Baixada, feita com recursos federais e estaduais e inaugurada, com atraso, um mês antes da campanha de 2014, é hoje exemplo do que se tornou o estado do Rio: mal acabada, sem iluminação e insegura, é palco de assaltos diários. 

As cidades de São Gonçalo e Itaboraí, na região Metropolitana, e Campos dos Goytacazes, região norte fluminense, deram votos em Bolsonaro na esteira do fracasso da política energética no país e da paralisação da Petrobras com a Lava Jato. 

PELO PAÍS

Entre as cidades que abandonaram o costume de eleger o PT, estão seis capitais, a maioria no Norte —Manaus, Belém, Natal, João Pessoa, Porto Velho e Macapá. 

Na avaliação do cientista político Edir Veiga, da Universidade Federal do Pará, o voto nas capitais do Norte do país, assim como em outros grandes centros urbanos, representou uma rejeição à política tradicional após sucessivos escândalos de corrupção. 

"Capitais que notoriamente votavam na esquerda para presidente abandonaram a classe política tradicional e deram um voto de protesto para Bolsonaro. No interior, onde se depende do Bolsa Família e do seguro defeso, se tem saudades das políticas públicas do Lula. Nas capitais isso não ocorre", afirma. 

Na região, a campanha de Bolsonaro terá reforço ao menos no Amazonas e em Rondônia, onde o capitão reformado terá palanques duplos, sendo apoiado pelos dois candidatos a governador no segundo turno. 

Em Minas Gerais, estado com 853 municípios, Bolsonaro interrompeu a sequência de vitórias petistas no primeiro turno em 141 cidades. Embora não tenha vencido na capital, Belo Horizonte, ele conquistou cidades de destaque em diversas regiões, como Uberlândia (Triângulo), Ipatinga (Vale do Aço), Montes Claros (Norte), Juiz de Fora (Zona da Mata), Teófilo Otoni (Mucuri), Betim e Ribeirão das Neves (Região Metropolitana). 

Em Juiz de Fora, cidade palco do atentado a faca contra Bolsonaro, o capitão reformado quebrou uma tradição de vitórias petistas em eleições nacionais que vinha desde 1998. Em 2002, foram 83% de votos para Lula contra José Serra (PSDB). 

Ao mesmo tempo em que a cidade mantém um perfil universitário, com movimento estudantil e comunidade LGBT organizados, também tem a presença de um contingente militar expressivo, com dois batalhões do Exército e três da Polícia Militar. 

Segundo Carlos Ranulfo, cientista político da Universidade Federal de Minas Gerais, a vitória de Bolsonaro em grandes cidades mineiras não é um fenômeno específico do estado, ao contrário, faz parte de uma tendência nacional. 

Ranulfo vê dificuldade para Haddad entre cidades maiores e entre a classe média. Por isso, perdeu em Montes Claros, por exemplo, que apesar de estar no norte mineiro, onde o petismo é expressivo, é uma das mais populosas de Minas. 

"Minas reflete o que aconteceu no Brasil. Os únicos lugares em que o PT venceu foram em algumas regiões mais pobres do norte, que são basicamente muito parecidas com o Nordeste. No Sul e Triângulo, o PT venceu quando estava na maré a montante, ganhando em todo lugar", disse. 

Ranulfo lembra que o recuo do PT em Minas estava anunciado desde 2016, quando passou de 114 prefeituras para 37. Bolsonaro, por sua vez, pode ter sido impulsionado por candidatos a deputado e senador que, mesmo em outros partidos, aderiram a ele. 

Políticos da chapa de Antonio Anastasia, candidato a governador do PSDB, passaram a pedir votos a Bolsonaro ainda no primeiro turno. O tucano não declarou apoio, mas se disse contrário ao PT no segundo turno. Já seu adversário Romeu Zema (Novo) foi mais explícito e dará palanque ao capitão reformado. Surpresa da eleição, o empresário terminou em primeiro no domingo (7) pegando carona no PSL. 

Temer quer deixar reforma para próximo presidente

Coluna Esplanada - Leandro Mazzini

Com a base esfacelada na Câmara após muitos aliados perderem a reeleição, o presidente Michel Temer quer deixar a Reforma da Previdência para o próximo presidente. Nos bastidores do Planalto, a avaliação é a de que será Jair Bolsonaro (PSL). O que deixa a situação mais delicada. Temer não quer provocar o eventual futuro presidente a se mexer, agora, na aposentadoria de militares das Forças Armadas e policiais - categorias que Bolsonaro quer valorizar com carreiras e salários. Um ministro do governo é lacônico sobre a reforma: "Temos que esperar quem for eleito".

Enquanto isso não é só Lula que manda no jogo eleitoral de dentro da cadeia. Os dois ex-presidentes da Alerj, presos no Rio, articulam eleger André Ceciliano (PT) presidente da Casa.

Já Bolsonaro foi citado e ovacionado na Bolívia do esquerdista Evo Morales. Foi em manifestação da centro-direita em Cochabamba, na quarta, pelo Día de la Democracia.

Bolo de 12 metros celebrará aniversário do Moda Center


A data oficial é 7/10, mas nós queremos dividir essa alegria com mais pessoas. Então, nesta segunda-feira (15), já no finalzinho da feira, às 17h, no corredor central, venha celebrar conosco os 12 anos do maior e melhor centro atacadista de confecções do Brasil.

Um delicioso bolo de 12 metros será servido especialmente para você que faz o sucesso do nosso gigante acontecer!

sábado, 13 de outubro de 2018

Advogados pedem federalização dos casos de violência por motivos eleitorais

O  Coletivo Advocacia em Direitos Humanos (CADHu), grupo de advogados que trabalha voluntariamente em ações sobre o tema, protocolou hoje (12/10) uma representação na Procuradoria Geral da República pedindo que o Ministério Público Federal concentre as investigações e denúncias de violência física e verbal provocadas por intolerância e discordância política no período pré-eleitoral. Hoje, os registros e investigações das violações são feitos por órgãos estaduais que, na avaliação do Coletivo, têm banalizado as agressões e suas consequências.

O pedido afirma que “apenas uma investigação de âmbito nacional pode entender e combater o problema com a clareza e a firmeza necessárias” e que “os ataques estão sendo realizados neste momento em diversos locais do país e o que temos percebido é que as instâncias locais são incapazes de enfrentar, de forma organizada e sistemática, as violações.”

De acordo com o grupo, os casos relatados pela imprensa trazem indícios de crimes de intolerância política combinados a um discurso discriminatório, também intolerante, contra minorias. “Esses casos de agressões, em sua maioria são contra mulheres, lésbicas e gays, negros e negras, nordestinos e nordestinas, e não apenas afetam a integridade física das pessoas, mas representam também um ataque a sua liberdade política”, explica Eloísa Machado, umas das advogadas da ação. “Historicamente, o Brasil é um país violento contra negros, mulheres, nordestinos, indígenas e LGBTTTIs, mas o que se percebe agora é algo diferente: os atos de violência estão intimamente associados não só a motivação política, mas às eleições presidenciais, especificamente, por isso precisam ser tratados em âmbito federal ”.

O coletivo afirma na representação que as agressões também contrariam tratados de direitos humanos ratificados pela República Federativa do Brasil, como o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos; Pacto de São José da Costa Rica;  Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas Discriminação Racial;  Convenção para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher; e a Convenção Interamericana Contra Toda Forma de Discriminação e Intolerância (A-69). Thiago Amparo, também advogado da ação, afirma que há um movimento sistemático e nacional de intolerância, em especial contra negros e LGBTTTis, que pode se caracterizar como graves violações a direitos humanos”.

PM mata adolescente suspeito de assalto

Um policial militar matou um adolescente durante um assalto a um estabelecimento comercial, na tarde desta sexta-feira (12), no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

O policial, que estava de folga, resolveu intervir ao perceber a movimentação do local que fica em frente à UPA Oceania e atingiu o suspeito com um disparo. O adolescente tentou fugir em uma motocicleta, mas não resistiu ao ferimento e veio óbito.

A Polícia Militar foi acionada e isolou o local até a chegada da perícia. O caso está sendo acompanhado pela Delegacia de Homicídio.

O suspeito utilizou um revólver de plástico para praticar o assalto. (MaisPB)

A PARTIR DESTE SÁBADO, CANDIDATO SÓ PODE SER PRESO EM FLAGRANTE


Candidatos só podem ser presos em caso de flagrante delito; além de Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, 28 candidatos a governador em 13 estados e no Distrito Federal estão protegidos pela lei, que restringe a prisão 15 dias antes do pleito

Da Agência Brasil - Nenhum candidato que participará do segundo turno das eleições poderá ser detido ou preso, a partir deste sábado (13), a não ser em caso de flagrante delito. A regra, que restringe a prisão de candidatos nos 15 dias que antecedem as eleições, está no parágrafo 1º do artigo 236 da Lei nº 4.737/1965 do Código Eleitoral.

Disputarão o segundo turno, no dia 28 de outubro, os candidatos a presidente da República Jair Bolsonaro, da Coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL/PRTB), e Fernando Haddad, da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/PROS), além de 28 candidatos a governador em 13 estados e no Distrito Federal.

CURTINHAS

Majoritários – Os deputados estaduais eleitos com a maior votação proporcional de um município foram Álvaro Porto (Canhotinho com 68,13%), Lucas Ramos (Santa Cruz com 59,53%), Antonio Fernando (Ouricuri com 56,56%) e Gustavo Gouveia (Paudalho com 55,76%). Já os federais foram Sebastião Oliveira (Santa Cruz com 56,85%) e André Ferreira (Canhotinho com 52,99%).

Kaio Maniçoba – Apesar de não ter sido reeleito, Kaio Maniçoba atingiu 61.287 votos, dobrando seus votos em relação a 2014. Junto com Bivar, que quadruplicou seus votos, Kaio obteve proporcionalmente a melhor ampliação de votos em relação ao pleito anterior. Primeiro suplente da sua coligação, Kaio tem grandes chances de assumir o mandato caso algum deputado seja convocado por Paulo Câmara.

João Fernando – Após sair do PSB, João Fernando Coutinho achou que seria fácil renovar seu mandato. Filiou-se ao PROS, rompeu com o Palácio e foi para a disputa sem calcular os riscos de um distanciamento com o governo. Caiu de mais de 120 mil votos em 2014 para apenas 63.939 votos em 2018, ficou sem mandato e muito provavelmente sepultou sua carreira política.

Alepe – Com as duas maiores bancadas, PSB e PP deverão ficar com os dois principais cargos da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Sem um nome natural para presidir a Casa, o PSB deverá abdicar do posto para Eriberto Medeiros, que já deu inúmeras demonstrações de fidelidade ao Palácio e será um importante aliado do governador Paulo Câmara na Casa. Para a primeira-secretaria, o PSB tem Diogo Moraes, Lucas Ramos e Clodoaldo Magalhães, que saíram fortalecidos das urnas no último domingo.

RÁPIDAS

Composição – A nova composição da Alepe será representada por dezoito partidos, pela ordem: PSB (11), PP (10), PSC (5), DEM, PSD e PT (3), PTB e PR (2), PDT, Avante, PRTB, PSDB, PRB, PHS, PSOL, MDB, PCdoB e Solidariedade (1).

Mulheres – A Assembleia Legislativa de Pernambuco terá um número recorde de mulheres na composição da Casa. Além das deputadas reeleitas Roberta Arraes, Simone Santana, Teresa Leitão e Priscila Krause, a Casa ganhou o reforço de Fabiola Cabral, Ducicleide Amorim, Clarissa Tercio, Alessandra Vieira, Gleide Angelo e Juntas.

Inocente quer saber – Felipe Carreras terá coragem de romper com o PSB para ser candidato a prefeito do Recife em 2020?

Por Edmar Lyra

Novo síndico do Moda Center cobra melhorias no atendimento da Caixa Econômica


Em reunião na manhã desta quinta-feira (11), no centro administrativo do Moda Center, o recém empossado síndico do centro de compras, José Gomes Filho, cobrou dos representantes da Caixa Econômica Federal mais agilidade no atendimento da instituição financeira, cuja agência 1038, localizada no centro da cidade, teve parte dos caixas eletrônicos explodidos no último dia 31 de julho.

Quase três meses já se passaram após o ataque e as filas na agência do bairro São Cristóvão e casas lotéricas têm aumentado consideravelmente, embora, de acordo com o gerente regional Diego Ricardo de Melo, cinco caixas de autoatendimento já estejam em pleno funcionamento. Segundo ele, depois de concluídos os serviços de reparo no prédio, ao todo dez caixas passarão a funcionar.

“Discutimos soluções de melhorias quanto ao atendimento dos clientes e da população de Santa Cruz do Capibaribe, sem deixar de fora maneiras de como possamos cada vez mais prestar um atendimento satisfatório para todos”, disse Diego.

A reunião foi provocada pelas entidades representativas da indústria e do comércio, visando a alta temporada no Polo de Confecções de Pernambuco: Moda Center Santa Cruz, CDL Santa Cruz, Associação Santa-cruzense de Contabilistas (ASCONT), Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (ASCAP) e Governança Empreendedora.

Diego Ricardo de Melo veio acompanhado do gerente geral da Caixa 1038, José Eduardo Nóbrega Ribeiro. Ambos falaram que estão em pauta algumas medidas, como por exemplo a ampliação do valor do saque individual para até 3 mil reais em dias estratégicos.

“Marcamos essa reunião porque nos preocupamos com os problemas que podem acontecer no final do ano, caso a agência não volte a funcionar plenamente. Afinal, nos períodos de alta temporada grandes operações financeiras acontecem”, ressaltou o síndico José Gomes.

Também participaram da reunião o gerente financeiro do Moda Center, Sebastião Bezerra; o presidente da CDL, Bruno Bezerra; e o presidente da ASCONT, Jacks Barros.

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Bruno Araújo: “Ou o PSDB se reencontra com o povo ou morre”


Parte da Executiva Nacional do PSDB defende reformas no partido e o deputado federal e presidente estadual da sigla, Bruno Araújo, que disputou o Senado e perdeu, disse que apoia o movimento.

‘Apoio o movimento “Muda PSDB”. Defendi na última reunião da Executiva Nacional nossa refundação, reinvenção ou o nome que quiserem dar. O partido recebeu um duro recado da Sociedade. Ou se reencontra com um expressivo segmento da população ou desaparece’ postou ele no Twitter.

Ministério firma acordo para integrar sistemas de monitoramento ao Rastro


O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou um protocolo de intenções para a estruturação de uma entidade gestora e de um modelo de governança para o programa Rastro. O documento foi firmado entre o MCTIC, a Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) e a FITec, que ficará responsável pelo projeto.

O estudo vai criar um método de organização para promover o intercâmbio de informações entre os sistemas nacionais a serem integrados ao Rastro. O documento deverá ser finalizado em até 90 dias.

“Trata-se uma iniciativa alinhada a outras ações do ministério com foco em desenvolvimento tecnológico, e traz o importante significado de agilização de políticas públicas e aplicação em logística, transporte e saúde, entre outros setores”, disse o ministro Kassab.

O programa Rastro foi criado para articular e integrar todas as políticas de rastreamento do Brasil, por meio de um sistema de gestão integrada de identificação, planejamento e controle. As aplicações abrangem áreas como transporte, logística, saúde e segurança.

Entre os benefícios previstos estão a redução de custos com atividades de logística; o aperfeiçoamento do controle do trânsito e de mercadorias nas fronteiras e rodovias brasileiras; a integração dos sistemas de segurança pública e o incremento da arrecadação tributária.

Roubos em Pernambuco têm menor patamar dos últimos 41 meses


Em setembro deste ano, os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) diminuíram 30,38% em relação ao mesmo mês de 2017, com 6.695 registros, mantendo a curva descendente da criminalidade pelo 13º mês consecutivo no Estado e apresentando menor índice desde abril de 2015. Os registros de assaltos a ônibus foram os mais baixos desde outubro de 2014.

As estatísticas de roubos continuam caindo em Pernambuco. Conforme estatísticas da Secretaria de Defesa Social, publicadas no portal www.sds.pe.gov.br, setembro de 2018 apresentou o menor patamar desse indicador dos últimos 41 meses. Na série histórica, somente abril de 2015 (6.125) registrou número menor de investidas criminosas com o objetivo de subtrair bens e valores. Houve 6.695 ocorrências no mês passado, uma redução de 30,38% no comparativo com o mesmo período de 2017 – quando chegaram às polícias 9.617 queixas de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Com isso, já são 13 meses consecutivos de queda dos índices de assaltos, incluindo as investidas contra veículos, cargas, celulares e ônibus, no comparativo com os mesmos meses do ano anterior.

“Estamos, dia a dia, aperfeiçoando a prevenção e o combate a esse tipo de crime. Já colhemos resultados de programas e iniciativas inovadoras, a exemplo do projeto Koban, em Boa Viagem, do programa Alerta Celular, das forças-tarefas Coletivos, Bancos e Cargas. E vamos ampliar e fortalecer essas atuações integradas, com uso de inteligência policial, parceria com a comunidade e estratégias que retirem criminosos de circulação e ataquem a raiz e a motivação dessas práticas. Somente em 2018, mais de 25 mil pessoas foram presas em flagrante pelas polícias. Na reunião de hoje (11/10) do Pacto pela Vida, o governador Paulo Câmara reafirmou o compromisso com investimentos na segurança e também determinou à tropa a intensificação dos trabalhos voltados à proteção e garantia do bem-estar dos pernambucanos. Sabemos que há o que melhorar e estamos buscando, de forma obstinada, patamares menores de criminalidade”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

QUEDA EM TODAS AS REGIÕES – No acumulado de janeiro a setembro deste ano, a retração alcançou -23,73% quando esse intervalo é comparado com seu equivalente em 2017. De 95.062 ocorrências, diminuiu para 72.500. Todas as regiões de Pernambuco contribuíram para esse cenário, com destaque para o Agreste, com -26,54% nesse período de nove meses (de 17.402 para 12.783 casos). Na Região Metropolitana (excetuando-se a capital), o decréscimo foi de 24,56%, saindo de 32.812 CVPs para 24.752. Os casos de roubo caíram 18,63% na Zona da Mata (11.309 para 9.202), enquanto no Sertão ocorreram -16,57%, passando de 5.008 para 4.178.

Ao considerar apenas o mês de setembro último, a região na qual os números mais recuaram em relação a setembro de 2017 foi o Agreste, -45,48%, ao cair de 1.904 para 1.038 ocorrências. Em seguida vem a Região Metropolitana (exceto o Recife), que teve 2.289 queixas de roubo no mês, contra 3.218 no mesmo mês do ano anterior (-28,82%). Os casos no Sertão diminuíram em 25,3% (de 502 para 375) e, na Zona da Mata, 14,56% (de 1.058 para 904).

Entre as Áreas Integradas de Segurança de Pernambuco que mais têm obtido resultados positivos no combate aos CVPs estão a AIS 14 (Caruaru), que apresentou o menor quantitativo de assaltos em 42 meses (com 539 ocorrências, mês teve menor criminalidade desde março de 2015), e a AIS 26 (Petrolina), onde as polícias computaram 141 roubos, total mensal mais baixo em 45 meses (somente dezembro de 2014 teve menos CVPs nessa área).

CAPITAL – Somente no Recife, deixaram de ser praticados 8.060 roubos entre janeiro e setembro de 2018, quando se realiza a comparação com as ocorrências desse ínterim em 2017. Os números caíram de 32.812 para 24.752, uma variação de -24,56%. O percentual de queda é ainda mais expressivo ao analisarmos o mês de setembro isoladamente: -28,87%, com as queixas reduzindo de 3.218 para 2.289.

A curva descendente dos casos de CVP na Capital tem sido mais acentuada nas AIS 2, 3, 4 e 5. A AIS 2, com sede no bairro do Espinheiro, apresentou, em setembro de 2018, o menor número de roubos dos últimos 4 anos e meio, com 409 ocorrências. A AIS 4, na região da Várzea, registrou 562 CVPs, índice mais baixo em 43 meses. Na área de Boa Viagem (AIS 3), os 566 roubos notificados são o patamar mais baixo desde setembro de 2015, ou 36 meses. Por sua vez, a AIS 5, de Apipucos, teve 300 CVPs em setembro, menor índice em 2 anos e 2 meses.

“No Recife, desenvolvemos, de forma permanente, operações em Boa Viagem, na Avenida Agamenon Magalhães e no Centro. Essas áreas estratégicas, com intensa circulação de pessoas e economia aquecida, verificam queda nos roubos. Na Agamenon, a redução é de 46,7% nos últimos nove meses, no comparativo com 2017. Em setembro, a ação de bandidos no Centro do Recife caiu 40,7%, ou 139 assaltos deixaram de ocorrer. Boa Viagem, por sua vez, registrou a menor quantidade de CVPs desde abril de 2015”, pontuou o secretário.

ROUBOS DE CELULARES – O fortalecimento do Programa Alerta Celular contribuiu para que os roubos de telefones móveis baixassem e chegassem, no mês de setembro, a menor marca do ano. No total, foram 2.651 ocorrências registradas em todo o Estado, o que representa uma redução de 33% em relação a setembro de 2017, quando foram notificados 3.945 casos.

Na soma dos nove meses, a queda dos roubos a celulares apresenta uma redução de 28%. Ao todo, foram 27.498 casos registrados entre janeiro e setembro, deste ano, contra 38.184 notificados no mesmo período do ano passado.

O Alerta Celular, que entrou em funcionamento em março do ano passado, ainda foi responsável pela ampliação na recuperação de aparelhos roubados. Só em setembro, foram 590 celulares recuperados, 484% a mais que o número de recuperados no mesmo mês de 2017. Desde que foi criado, o programa da SDS já ajudou a recuperar 4.608 telefones. Atualmente, mais de 233 mil aparelhos estão cadastrados no sistema.

ROUBO DE VEÍCULOS E CARGAS – Seguindo a tendência dos demais Crimes Violentos contra o Patrimônio, os roubos de veículos e cargas também mantiveram a queda no mês de setembro. O quantitativo de queixas por roubo de veículos, por exemplo, teve uma redução de 31,26% em relação a setembro do ano passado, que somou 1.510 casos. No último mês, foram 1.038. Já no período de janeiro a setembro de 2018, houve 11.995 registros desse tipo de crime, contra 15.370 em 2017, ou seja, uma redução de 21,96%.
No que diz respeito às cargas roubadas, a frequência de roubos diminuiu 34% no mês de setembro. Ao todo, foram 33 ocorrências registradas no mês passado, contra 50 em setembro de 2017. Na soma do ano, o decréscimo no número de casos chega a 14% (532 casos em 2017, contra 456, neste ano).

*MENOS ASSALTOS A ÔNIBUS – As investidas contra o transporte coletivo tiveram, em setembro, o menor número de ocorrências em uma série histórica de 46 meses. Com 44 casos, setembro ficou acima apenas de outubro de 2014 (37 ocorrências). Em comparação com setembro do ano passado (75 registros), a redução foi 41%. Já no acumulado do ano, a redução chega a 43,8%. Entre os meses de janeiro e setembro de 2018, houve 679 roubos a ônibus no Estado. No mesmo período de 2017, foram contabilizados 1.209 registros. “Reforçamos o policiamento ostensivo e abordagens nos corredores de ônibus e BRTs e, somente este ano, a Força Tarefa Coletivos já prendeu 183 pessoas envolvidas com esse tipo de crime”, explica Pádua.

BANCOS – As investidas consumadas contra agências bancárias, carros-fortes e caixas eletrônicos tiveram, no acumulado de 2018, um decréscimo de 30%. Em todo o ano de 2017, foram 78 casos notificados, contra 54, neste ano de 2018. Importante ressaltar, neste caso, o trabalho contínuo da Força Tarefa Bancos, que já prendeu 37 pessoas ligadas a esse tipo de crime em Pernambuco.

MAIS PRISÕES E APREENSÕES – No mês de setembro, as forças de segurança pública foram responsáveis por cumprir 495 mandados de prisão, assim como pela autuação em flagrante delito de 3.162 pessoas e pela apreensão de 495 pessoas por ato infracional. Em todo ano, já são 24.968 prisões em flagrante.

Além disso, no mês passado, foram apreendias 572 armas, alavancando para 5.080 o número total de apreensões em 2018. Este ano, as polícias atuaram em 4.172 ocorrências de tráfico de drogas, sendo 486 operações em setembro.

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe promove a tradicional Festa de Nossa Senhora Aparecida


Realizada todos os anos pela Paróquia de Nossa Senhora Aparecida com total apoio da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, acontece na próxima sexta-feira (12), a tradicional festa em comemoração ao dia da Padroeira do Brasil.

Este ano, o evento acontecerá na Arena do São João da Moda no estádio Arizão, e traz como atração a banda Filhos de Maria, composta por Dudu do Acordeon, Benil, Irah Caldeira e Almir Rouche, que entoam cânticos marianos em ritmo de forró. O show será iniciado logo após a missa que irá ser celebrada na igreja localizada no bairro Nova Santa Cruz.

O prefeito Edson Vieira comentou sobre a realização da festa e do apoio promovido pela prefeitura. “Temos investido na realização de eventos que valorizem a cultura e a fé da população santa-cruzense. O dia de Nossa Senhora Aparecida é comemorado em todo país e faz parte dos festejos da nossa cidade, assim como é o São João e a festa do Senhor Bom Jesus e São Miguel. Nossa gestão é participante dos grandes eventos”, afirmou.

O gestor de turismo e lazer de Santa Cruz, Cláudio Soares falou sobre a realização dessa festa. “Mais uma vez estamos organizando uma festa que é integrante do calendário do município. A Prefeitura tem sido parceira e tem preparado uma megaestrutura para este festejo”, declarou.

Além da festividade, a igreja já iniciou as comemorações desde o dia 02 com missas, procissão, passeio ciclístico, apresentações de corais e culturais.

Compesa executa obra em cinco municípios para implantação da Adutora de Serro Azul


O governo de Pernambuco segue com a execução das obras de enfrentamento à seca. Uma delas é a Barragem Governador Eduardo Campos ( Serro Azul), no município de Palmares, Zona da Mata Sul, até o Agreste, para abastecer 1,5 milhão de pessoas em dez cidades que sofrem com os efeitos da seca na região.

Neste mês, os serviços de implantação do Sistema Adutor de Serro Azul alcançaram o maior número de frentes de trabalho desde o início da obra – que começou em junho deste ano. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está com nove frentes de trabalhadores distribuídas nos municípios de Palmares, Bonito, Camocim de São Félix, Barra da Guabiraba e Bezerros para executar o assentamento de tubulações e a construção das Estações Elevatórias (bombeamento) do novo sistema. A obra tem previsão de ser finalizada em julho de 2019.

O Sistema Adutor de Serro Azul recebe o investimento de R$ 200 milhões, recursos financiados pelo Governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e prevê a implantação de uma adutora com 58 quilômetros de extensão, a construção de quatro estações elevatórias e de reservatórios com capacidade total de 4.500 metros cúbicos de água, além da instalação de 28 quilômetros de linhas de transmissão elétrica e automação do novo sistema. A adutora vai sair da Barragem Governador Eduardo Campos, em Palmares, até o ponto de interligação com a Adutora do Agreste, entre os municípios de Caruaru e Bezerros. Serão captados na barragem 500 litros de água, por segundo, vazão suficiente para ampliar a oferta de água nas cidades contempladas com a obra: Belo Jardim, Sanharó, Caruaru, Tacaimbó, São Bento do Una, São Caetano, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Bezerros e Gravatá.

As frentes de serviço para assentamento da adutora estão localizadas nos trechos em Sapucarana (variante da PE-119), em Bezerros; no desvio em Camocim de São Félix; próximo a Colônia Japonesa, em Bonito; e em Palmares (variante da PE-103). Até agora já foram implantados 7,5 quilômetros de tubulações, que corresponde a 13% do total de adutoras. “Estamos trabalhando para concluir a obra dentro do prazo previsto e levar melhorias significativas ao abastecimento dessas cidades. Nossa expectativa é mobilizar a abertura de novas frentes de trabalho ainda neste mês para manter um bom ritmo das obras”, informou o  diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, lembrando que, inicialmente, a Barragem de Serro Azul foi concebida para contenção de cheias na Mata Sul, e por estar localizada em uma região onde há bons índices de pluviometria, o manancial ganhou a função de fonte de hídrica para abastecimento da população.

STF reafirma legalidade da terceirização em atividades-fim

O Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou, hoje, a constitucionalidade da contratação de empregados terceirizados para as atividades-fim das empresas.

Durante a sessão, o tribunal analisou o caso específico de contratação de terceirizados para a área de call center pelas empresas de telefonia.

Em agosto, o STF já havia decidido que é constitucional empregar terceirizados nas atividades-fim das empresas.

Na prática, a contratação já estava permitida por uma lei sancionada pelo presidente Michel Temer, mas ações na Justiça questionavam entendimento do Tribunal Superior do Trabalho (TST) segundo o qual era proibido terceirizar a atividade-fim.

TCE divulgará até dezembro o Índice de Transparência dos Municípios Pernambucanos

A apuração do Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco, versão 2018, pela Coordenadoria de Controle Externo do Tribunal de Contas, deverá se estender até novembro e a previsão é que o resultado final seja divulgado em meados de dezembro pelo presidente, conselheiro Marcos Loreto.

O levantamento é realizado anualmente desde 2015, sendo que, a partir de 2018, foi adotada uma nova metodologia de apuração, regulamentada pela Resolução TC nº 33/2018.

Com o objetivo de estimular a melhoria da transparência pública, tornando mais efetivo o controle social e o exercício da cidadania, o Índice consiste numa avaliação dos sites oficiais e dos Portais de Transparência das unidades jurisdicionadas municipais do TCE, incluindo todas as 184 prefeituras e câmaras municipais.

O índice é calculado através do somatório das pontuações atribuídas aos critérios atendidos e o somatório das pontuações de todos os critérios considerados, dispostos na Resolução TC nº 33/2018.

A avaliação inclui aspectos relativos à transparência ativa (disponibilização de informação de interesse coletivo ou geral feita de forma espontânea, independente de requerimentos), à transparência passiva (disponibilização de informação a partir de demanda do cidadão) e às boas práticas de transparência.

Concluída a apuração, as prefeituras e câmaras serão enquadradas em um dos cinco níveis do índice de transparência, quais sejam: inexistente, crítico, insuficiente, moderado e desejado.

Após a publicação do resultado no Diário Oficial Eletrônico e no site oficial do TCE, a depender do índice apurado, o conselheiro relator das contas daquele município poderá determinar a emissão de ofício para ciência de falhas e vícios identificados, a formalização de Processo de Gestão Fiscal, quando houver descumprimento de critérios relacionados à gestão fiscal, ou o registro dos achados da fiscalização diretamente no portal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, cujo efeito é a interdição das transferências voluntárias em favor dos entes inadimplentes.

MPF DENUNCIA MINISTRO DO TCU AROLDO CEDRAZ E FILHO POR TRÁFICO DE INFLUÊNCIA


Procuradora-geral acusa, além de Aroldo Cedraz, o filho dele, advogado Thiago Cedraz, por suposto recebimento de R$ 2,2 milhões da UTC Engenharia para beneficiar a empreiteira em contrato de Angra 3, questionado na Corte de Contas; além de pai e filho outros dois investigados também são alvo da acusação

Agência Brasil - O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz pela participação em um esquema de propina com o objetivo de beneficiar julgamentos. Segundo a denúncia, o ministro e seu filho, o advogado Tiago Cedraz, teriam praticado tráfico de influência ao receber dinheiro da empresa de engenharia UTC para beneficiar o grupo em processos relacionados à Usina Angra 3 em análise no Tribunal.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pede a condenação do ministro, de seu filho e de outras duas pessoas, todos envolvidos no esquema. Além da condenação, a PGR também requer a devolução de R$ 4,4 milhões referentes ao valor que teria sido negociado em propina, de R$ 2,2 milhões, mais R$ 2,2 milhões a título de danos morais.

A denúncia foi estruturada a partir da colaboração premiada do executivo Ricardo Pessoa, da UTC. Segundo o MPF, Pessoa e Tiago Cedraz teriam firmado um esquema em 2012, com pagamentos realizados de maneira parcelada até 2014. Registros de viagem e informações obtidas no escritório do advogado reforçaram a tese da procuradoria.

Conforme o MPF, Ricardo Pessoa comandava um grupo de empresas organizadas em consórcios diferentes atuando na licitação de Angra 3. O executivo teria contratado Tiago para, por meio do ministro Aroldo Cedraz, interferir em dois processos de relatoria de Raimundo Carneiro. A intenção era que o TCU não vetasse a contratação ou impusesse obrigações que onerassem as construtoras.

Aroldo Cedraz teria atuado, de acordo com o MPF, para atrasar o julgamento, com manobras como pedidos de vista. "Tal situação, somada aos fatos narrados pelos colaboradores acerca da atuação de Tiago Cedraz, revela que Aroldo Cedraz agiu para controlar a data do julgamento. Seu ato de ofício infringiu dever funcional, pois pediu vista de um processo para o qual estava previamente impedido", diz trecho da denúncia.

Consultado pela Agência Brasil, o Tribunal de Contas da União, por meio de sua assessoria de imprensa, respondeu que "não há pronunciamento sobre o tema". A Agência Brasil também entrou em contato com o escritório Cedraz Advogados, de Tiago Cedraz, e aguarda retorno.